segunda-feira, 17 de maio de 2010

EVOLUÇÃO DO CAPITALISMO

                                                         

ETAPAS DO CAPITALISMO A PARTIR DA DECADÊNCIA DO FEUDALISMO

O início do capitalismo ocorreu no século XIII, a partir da desestruturação do sistema feudal, que por sua vez modificou o setor produtivo e as relações de trabalho, nesse momento houve o renascimento comercial que ficou caracterizado pela transição do feudalismo para o capitalismo.



No século XV, recebeu o nome de CAPITALISMO COMERCIAL, para alguns autores pré-capitalismo, esse foi marcado principalmente pela expansão ultramarina, colonização do novo mundo (continente africano, asiático e americano), políticas mercantilistas (a essa se vinculava a acumulação primitiva de capital, metalismo, balança comercial favorável) e por fim o surgimento das primeiras potências européias: Portugal e Espanha.



No final do século XVIII e início do XIX, teve origem o chamado CAPITALISMO INDUSTRIAL, esse ficou caracterizado por muitas evoluções que foram primordiais à ocorrência da Primeira Revolução Industrial na Inglaterra, no século XVIII, a utilização do carvão mineral como fonte de energia para a indústria têxtil recebeu o invento da máquina a vapor, a inserção de outras nações no processo, como França, Alemanha, Estados Unidos e Japão.


O imperialismo europeu, a partilha colonial, o liberalismo e o surgimento do socialismo também marcaram esse período.


O CAPITALISMO FINANCEIRO, tem seu início no século XX, e os fatos históricos e características da etapa remetem-se à Segunda Revolução Industrial, o descobrimento do petróleo como fonte de energia, invento do motor à combustão, a indústria automobilística e a evolução nos transportes, economia monopolizada de indústria e finanças, a criação da União Soviética, Crash da Bolsa em 1929 (crise de 29), intervenção do estado na economia, terminando com o liberalismo puro, a expansão e surgimento de grandes corporações e empresas transnacionais. Terceira Revolução Industrial, também denominada de Revolução Tecnológica, se deu pela reordenação espacial da indústria, reorganização da divisão internacional do trabalho e principalmente pela acelerada evolução e inovações tecnológicas (telecomunicação, transportes, informática e biotecnologia).






TAREFA :

DO FEUDALISMO AO CAPITALISMO, QUANTA EVOLUÇÃO!
1-QUAIS SÃO AS ETAPAS DO CAPITALISMO?
2-QUAIS AS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DE CADA ETAPA ?
3-SÍNTESE DO VÍDEO :

FLORESTA AMAZÔNICA


NOSSA FLORESTA AMAZÔNICA

Situada na região norte da América do Sul, a floresta Amazônica possui uma extensão de aproximadamente 7 milhões quilômetros quadrados, espalhada por territórios do Brasil, Venezuela, Colômbia, Peru, Bolívia, Equador, Suriname, Guiana e Guiana Francesa. Porém, a maior parte da floresta está presente em território brasileiro (estados do Amazonas, Amapá, Rondônia, Acre, Pará e Roraima,Tocantins,Norte do Mato Grosso e o Oeste do Maranhão)

Em função de sua biodiversidade e importância, foi apelidada de o "pulmão do mundo", Inferno Verde e Hiléia Brasiliense.

Conhecendo a floresta :

É uma floresta tropical fechada, formada em boa parte por árvores de grande porte, situando-se próximas uma das outras (floresta fechada). O solo desta floresta não é muito rico, pois possui apenas uma fina camada de nutrientes. Esta é formada pela decomposição de folhas, frutos e animais mortos. Este rico húmus é matéria essencial para as milhares de espécies de plantas e árvores que se desenvolvem nesta região. Outra característica importante da floresta Amazônica é o perfeito equilíbrio do ecossistema. Tudo que ela produz é aproveitado de forma eficiente.

A grande quantidade de chuvas na região também colabora para o seu perfeito desenvolvimento.
Como as árvores crescem muito juntas uma das outras, as espécies de vegetação rasteira estão presentes em pouca quantidade na floresta.


Isto ocorre, pois com a chegada de poucos raios solares ao solo, este tipo de vegetação não consegue se desenvolver. O mesmo vale para os animais. A grande maioria das espécies desta floresta vive nas árvores e são de pequeno e médio porte. Podemos citar como exemplos de animais típicos da floresta amazônica: macacos, cobras, marsupiais, tucanos, pica-paus, roedores, morcegos entre outros. Os rios que cortam a floresta amazônica (rio Amazonas e seus afluentes) são repletos de diversas espécies de peixes. O clima que encontramos na região desta floresta é o equatorial, pois ela está situada próxima à linha do equador. Neste tipo de clima, as temperaturas são elevadas e o índice pluviométrico (quantidade de chuvas) também. Num dia típico na floresta Amazônica, podemos encontrar muito calor durante o dia com chuvas fortes no final da tarde.

Problemas atuais enfrentados pela floresta Amazônica: Um dos principais problemas é o desmatamento ilegal e predatório.

Madeireiras instalam-se na região para cortar e vender troncos de árvores nobres.


Há também fazendeiros que provocam queimadas na floresta para ampliação de áreas de cultivo (principalmente de soja). Estes dois problemas preocupam cientistas e ambientalistas do mundo, pois em pouco tempo, podem provocar um desequilíbrio no ecossistema da região, colocando em risco a floresta.

Outro problema é a biopirataria na floresta Amazônica. Cientistas estrangeiros entram na floresta, sem autorização de autoridades brasileiras, para obter amostras de plantas ou espécies animais. Levam estas para seus países, pesquisam e desenvolvem substâncias, registrando patente e depois lucrando com isso. O grande problema é que o Brasil teria que pagar, futuramente, para utilizar substâncias cujas matérias-primas são originárias do nosso território.

Com a descoberta de ouro na região (principalmente no estado do Pará), muitos rios estão sendo contaminados. Os garimpeiros usam o mercúrio no garimpo, substância que está contaminando os rios e peixes da região. Índios que habitam a floresta amazônica também sofrem com a extração de ouro na região, pois a água dos rios e os peixes são importantes para a sobrevivência das tribos.

Possui três tipos de vegetação, classificadas de acordo com a proximidade em relação aos rios:


• mata de Igapó: floresta submersa, permanentemente alagada pelos rios. Ex.: Vitória-Régia;


• mata de Várzea: mata de inundação temporária, de composição vegetal variável. Ex.: Seringueira, Jatobá e Maçaranduba.


• mata de terra firme: ocupam a maior parte da região e não são inundadas pelas cheias dos rios. É uma formação densa, úmida e escura (a copa das árvores forma um telhado que pode reter até 95% da luz solar). Ex.: Castanha-do-Pará, Caucho e Guaraná.



Também é considerada a mais rica em biodiversidade: em uma área de 2km2 de mata chegam a ser encontradas 300 espécies vegetais diferentes.

LATIFOLIADA - FOLHAS LARGAS
PERENE- SEMPRE VERDE
HIDRÓFILA - ADAPTADAS AO EXCESSO DE ÁGUA
OMBRÓFILA- FLORESTA ÚMIDA








Após a leitura das informações do blog e do vídeo registre:
1- Qual a localização da floresta Amazônica ? (países e estados).
2-Quais são os apelidos da floresta Amazônica?
3-Como são os solos da floresta Amazônica ?
4- Quais as matas que formam a floresta Amazônica ? Suas principais característica ? Dê um exemplo para cada mata.
5- Quais são os principais problemas que tem ocorrido na Amazônia ?
6- Elabore uma síntese com as informações do vídeo .

domingo, 16 de maio de 2010

NANOTECNOLOGIA


Artigo: Nanotecnologia: "O Pequeno grande mundo"

Imaginem um objeto com o tamanho de um metro dividido em um bilhão de vezes. Dimensionalmente falando, um objeto com 0,000.000.001m (um bilionésimo de um metro). Espantoso não é mesmo? Isso é a Nanotecnologia, gerada pela denominada Nanociência, que trabalha com essa dimensão citada, chamada de Nanômetro (nm). Para se ter uma idéia um átomo tem a dimensão de 0,2 Nanômetros. Portanto, a Nanotecnologia é uma tecnologia atômica, seria trabalharmos manipulando os átomos, moléculas ou partículas subatômicas para produzir produtos utilizados pelo homem em várias áreas científicas e comerciais.


Esse trabalho foi facilitado após a criação de um aparelho denominado de microscópio de varredura por tunelamento eletrônico, que a empresa IBM criou em Zurique, na Suíça, no ano de 1981. É um aparelho que permite vizualizarmos tamanhos muito pequenos, próximo ao tamanho do átomo. Essa nova tecnologia vai possibilitar a criação de novos produtos em diversas áreas ou setores de atuação da humanidade, como por exemplo: na medicina, na eletrônica e na construção de pequenos robôs - Nanorobôs - para atuação em várias áreas.
Em relação aos avanços dessa área no Brasil, as pesquisas começaram desde o ano de 2001, onde o governo federal começou a estimular oficialmente esses trabalhos científicos. Para se ter uma idéia a partir do ano de 2004 o orçamento destinado a esse setor no país foi de R$ 8,7 milhões, com o objetivo de no ano de 2007 chegarmos a R$ 80 milhões. Na prática, para tomar como exemplo, a Nanotecnologia vai poder trazer para a realidade coisas fantásticas, como:


Criação de Nanorobôs - robôs tão pequenos que serão capazes de manipular células e moléculas grandes -, para atuar na medicina, tecnologias que vão gerar impactos nas áreas de eletrônica, agricultura, meio – ambiente e outras.





Os cientistas do Instituto Technion, de Haifa (Israel), conseguiram colocar todo o conteúdo do Velho Testamento em uma superfície de 0,5 mm², inferior a uma cabeça de alfinete, utilizando a Nanotecnlogia. Criaram a Nanobíblia. Os impactos da Nanotecnologia já são visíveis em diversos produtos como nos novos alimentos; aparelhos médicos; revestimentos químicos; sensores para sistemas de segurança; unidades de depuração da água para naves espaciais; monitores para jogos de computadores portáteis; computadores e transistores muito mais potentes para utilização em telefones, carros, aparelhos domésticos e numa infinidade de outras aplicações de consumo e indústrias presentemente controladas por microprocessadores.FÁBRICA DA TOYOTA- ROBOTIZADA

Na medicina, serão fornecidos biosensores, biomateriais e novas gerações de biopastilhas eletrônicas para o tratamento de casos de ameaça à vida, incluindo o cancro e doenças do coração.

Estes aparelhos de bioengenharia, sob a forma de implantes corporais, fornecerão fármacos inteligentes ou produzirão novas células para reparar tecidos danificados. Um levantamento sumário nas publicações que circulam sobre Nanotecnologia aponta para os seguintes produtos e serviços que já estariam no mercado:
· Tecidos resistentes a manchas e que não amassam; · Raquetes e bolas de tênis; · Capeamento de vidros e aplicações antierosão a metais; · Filtros de proteção solar; · Material para proteção (“screening”) contra raios ultravioleta; · Tratamento tópico de herpes e fungos; · Pó antibactéria; · Diversas aplicações na medicina como cateteres, válvulas cardíacas, marca-passo, implantes ortopédicos; · Produtos para limpar materiais tóxicos; · Produtos cosméticos; · Sistemas de filtração do ar e da água, etc.

Mas como todo progresso também trás riscos, existe, por parte da comunidade científica, preocupação aos perigos que essa nova tecnologia pode trazer para a humanidade, caso não seja manipulada de forma correta, como: criação de Nanopartículas de ação residual prejudicial à saúde humana; criação de armas biológicas; risco pessoal se criminosos ou terroristas chegarem a usar a Nanotecnologia molecular; danos coletivos ao meio-ambiente como consequência de produtos não regulamentados; mercado negro de Nanotecnologia e outros.


Pensando no lado positivo da tecnologia e no bom senso dos seres humanos, vamos aguardar essa nova ciência pensando de forma positiva. Afinal de contas, como diz um velho ditado: “Tamanho não é documento.




APÓS A LEITURA DO TEXTO E DAS INFORMAÇÕES DO VÍDEO RESOLVA OS QUESTIONAMENTOS :
O QUE É E PARA QUE SERVE A NANOTECNOLOGIA ?
O QUE É EMPREGO ESTRUTURAL E CONJUNTURAL ?
QUAIS OS PRINCIPAIS BENEFÍCIOS PARA O SER HUMANO COM O DESENVOLVIMENTO DA NANOTECNOLOGIA?
QUAIS AS PRINCIPAIS CONSEQUÊNCIAS NEGATIVAS COM A AMPLA APLICAÇÃO DA NANOTECNOLOGIA EM NOSSO MEIO?


sexta-feira, 14 de maio de 2010

RECURSOS MINERAIS




MINERAL é um elemento ou composto químico resultante de processos inorgânicos e de composição química definida , encontrado naturalmente na crosta terrestre.
RECURSO MINERAL : é um termo que aponta a presença de substâncias sólidas, líquidas e gasosas, com ocorrência natural, sobre ou sob a crosta terrestre, com forma e quantidade em condições de viabilizar sua exploração econômica.

PROPRIEDADES DO MINERAIS :
www.ebah.com.br


Recursos Minerais do Brasil

"Minerar, sim, pois os bens minerais são essenciais à qualidade de vida almejada pela humanidade e à sua própria sobrevivência: mas fazê-lo com permanente atenção e todo o cuidado no que diz respeito ao meio ambiente." O Brasil é um país privilegiado em recursos minerais.
Alguns são abundantes (minério de ferro, manganês, bauxita, cassiterita); outros são mais escassos (cobre, prata, urânio, chumbo).
No conjunto, dispõe de uma grande variedade e quantidade de minerais, mas o aproveitamento desses recursos é prejudicado pela falta de conhecimento das nossas reservas e de capital para a sua exploração. A falta de capital tem levado à participação cada vez maior de grupos estrangeiros. Nenhum tipo de exploração pode ser feito sem a aprovação do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM).



Minerais metálicos: São recursos naturais não renováveis, isto é, que não podem ser repostos pela natureza. Os principais minerais metálicos encontrados no Brasil são o minério de ferro, a bauxita, o manganês, a cassiterita, o ouro, o nióbio, a prata e o cobre. Esse tipo de mineral está associado às estruturas geológicas antigas ou escudos cristalinos.












O Brasil possui 36% de sua superfície constituída por escudos cristalinos, no entanto os minerais metálicos estão presentes somente em cerca de 4% desses terrenos que se formaram na Era Proterozoica e onde predominam rochas metamórficas.


LISTA DE MINÉRIOS E PRODUÇÃO:
MINÉRIO DE FERRO: Quadrilátero Ferrífero ou Central ( Minas Gerais )
MANGANÊS : Serra dos Carajás ( Pará )
BAUXITA : Rio Trombetas, afluente do rio Amazonas ( Oriximiná- Pará )
CASSITERITA : Rondônia
COBRE : Bahia e Rio Grande do Sul
PRATA : Minas Gerais e Pará
URÂNIO : Bahia, Ceará, Paraná e Minas Gerais
CHUMBO : Minas Gerais e Tocantins
OURO : Minas Gerais e Pará ( Serra Pelada)
ESTANHO : Amazonas, Rondônia e Pará
NIÓBIO : Minas Gerais
NÍQUEL : Goiás
 Minério de ferro: está entre os cinco principais itens exportados pelo Brasil, e é o mineral mais explorado. O minério de ferro bruto (hematita, itabirita, magnetita, pirita) possui grande importância econômica mundial porque é a matéria-prima básica do aço (liga) utilizado nas estruturas de indústrias, edifícios, hotéis, estádios, aeroportos, pontes e shoppings, etc, além de inúmeros outros usos.



Os estados de Minas Gerais (Quadrilátero Ferrífero) e Pará (serra dos Carajás) possuem as maiores e principais reservas. A maior parte da produção é exportada para os Estados Unidos, Japão e União Europeia. Principais áreas produtoras Quadrilátero Ferrífero Central (MG). Localizado entre os municípios de Belo Horizonte, Mariana, Santa Bárbara e Congonhas do Campo, o Quadrilátero Ferrífero é responsável por aproximadamente 80% da produção nacional; 60 a 70% do minério de ferro produzido nessa área é destinado à exportação.
































 Companhia Vale do Rio Doce, foi privatizada em 1997, hoje VALE, é a maior exploradora de minério de ferro no Brasil e está entre os maiores exportadores do mundo. É proprietária de jazidas de ferro e outros minerais do Quadrilátero Ferrífero e da Serra dos Carajás. A parte que não é exportada é utilizada nos complexos siderúrgicos da região Sudeste (Companhia Siderúrgica Nacional - CSN, em Volta Redonda, RJ; Companhia Siderúrgica Paulista - Cosipa, em Cubatão, SP; e na Usiminas, em MG). O minério de ferro exportado é transportado pela Estrada de Ferro Vitória-Minas, que liga o Quadrilátero ao porto de Tubarão, em Vitória, Espírito Santo, e pela Estrada de Ferro Central do Brasil, que liga o Quadrilátero ao porto de Sepetiba, no Rio de Janeiro.

Serra dos Carajás (PA)
Localizada no Sudeste do Pará. Possui a maior reserva mundial de minério de ferro do mundo e é a segunda principal área produtora do país.
A exploração desse e de outros minérios faz parte das estratégias do Projeto Grande Carajás. A produção dessa área está voltada para o consumo externo (Japão) e é transportada pela Estrada de Ferro Carajás. Inaugurada em 1985, essa ferrovia, que tem 890 km de extensão, liga a serra dos Carajás ao porto de Itaqui, na Ponta da Madeira, em São Luís, no Maranhão.


Estrada de ferro Carajás


A Companhia Vale do Rio Doce ( hoje só Vale) é a principal empresa mineradora que explora esse local, entre outras transnacionais. 
O Brasil é o segundo maior produtor de minério de ferro. O Brasil encontra-se entre os maiores produtores e as maiores reservas mundiais de bauxita.


Minério de manganês, assim como o minério de ferro, o manganês é o elemento básico para a produção do aço , de fundamental importância para a indústria siderúrgica porque age como desoxidante e dessulfurante.
A região Norte, concentra mais da metade da produção nacional de manganês e exporta a maior parte. As maiores reservas estão na serra dos Carajás (PA), no Quadrilátero Ferrífero (MG) e no maciço do Urucum (MS). A maior produção ocorre no Amapá (cerca de 60% do total produzido no país), mas as reservas localizadas na serra do Navio, nesse estado, estão praticamente esgotadas. Mais uma vez o Brasil está entre as maiores produções mundiais.
BAUXITA: é extraído o alumínio, metal muito importante por ser utilizado na fabricação de carros, aviões, portas, janelas, panelas, etc. É um grande condutor de eletricidade e anticorrosivo. A principal e maior jazida nacional encontra-se no vale do rio Trombetas, afluente do rio Amazonas, em Oriximiná, no Pará. A maior parte da bauxita extraída no país é exportada para o Canadá e a menor parcela é destinada ao mercado interno. BAUXITA- RIO TROMBETAS

A Companhia Vale do Rio do Norte (CMRN) é a maior empresa mineral exploradora da bauxita (explora mais de 70% do total) e é a maior produtora mundial particular de bauxita. A maior acionista da CMRN é a Companhia Vale do Rio Doce. Além dela, vários grupos estrangeiros também têm participação: Alcoa (EUA) e Sheiï (Holanda e Inglaterra ) USINA DE TUCURUÍ

A usina hidrelétrica de Tucuruí, no rio Tocantins (Pará), fornece energia elétrica para a transformação do minério da bauxita em alumínio. A grande quantidade de bauxita, aliada ao fornecimento de energia elétrica por Tucuruí, gerou o Projeto Aibras-Alunorte. Controlado por grupos privados nacionais e internacionais, esse projeto de produção do alumínio, desenvolvido em Bacarena (Pará), visa abastecer o mercado externo. O grupo norte-americano Alcoa é majoritário na composição acionária do Projeto Alumar, que apresenta características semelhantes ao projeto Aibras.


OURO SERRA PELADA - PARÁCASSITERITA: Do minério da cassiterita é extraído o estanho. Mais uma vez o Brasil está entre os principais produtores mundiais.
OURO : O Brasil está entre os principais produtores mundiais (África do Sul, Estados Unidos, Austrália, Canadá, China, Rússia, Usbesquistão e Brasil, respectivamente) e entre os que têm as maiores reservas mundiais (África do Sul, Estados Unidos, Austrália, Canadá, China, Rússia, Usbesquistão e Brasil, respectivamente). Minas Gerais é o maior produtor nacional. MACIÇO DE URUCUM

O OURO : é utilizado em jóias, tratamento dentário, em muitos setores industriais. A busca desse recurso mineral foi um dos fundamentos da economia mercantilista colonial brasileira (séculos XVII e XVIII).
NIÓBIO : É um metal utilizado na composição de ligas metálicas empregadas na fabricação de fios supercondutores, turbinas de aviões, entre outros usos. O Brasil é responsável por mais de 90% da produção mundial desse mineral. A maior reserva está em Minas Gerais, próximo à cidade de Araxá. A parte que não é utilizada internamente é exportada para o Japão, para a América do Norte e para a União Européia. O Brasil fornece o principal produto industrializado ligado a esse mineral: o ferro-nióbio .

OUTROS MINERAIS
O Brasil ainda produz:
chumbo: (extraído da galena, em Minas Gerais e Tocantins);
cobre:
(condutor elétrico explorado na Bahia e no Rio Grande do Sul);
níquel: (extraído da guamierita em Goiás) e tungsténio (extraído daxilita no Rio Grande do Norte);
estanho: muito utilizado em liga com chumbo para realizar a solda usada na eletrônica, em objetos de decoração e é muito resistente à oxidação. O estado do Amazonas é o principal produtor nacional, seguido dos estados do Amazonas e do Pará. O estado de São Paulo é o maior consumidor interno; a Argentina e os Estados Unidos são nossos maiores importadores.


Minerais não metálicos
Nossos principais recursos minerais não metálicos são: sal de cozinha, calcário e alguns minerais radioativos.
O Brasil ocupa o nono lugar entre os maiores produtores mundiais de sal de cozinha. Os estados do Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí e Rio de Janeiro são, respectivamente, os maiores produtores nacionais de sal. O porto de Areia Branca, no Rio Grande do Norte, é o principal terminal exportador de sal do Brasil.


Calcário: É uma rocha sedimentar constituída principalmente de carbonato de cálcio. E usado na fabricação de cimento, cal, vidro e também como mármore (processo de metamorfismo). O Brasil possui calcário em abundância. Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Bahia (bacia do rio São Francisco) são seus maiores produtores.

Minerais radioativos
O Brasil explora, entre outros, urânio e tório, dois minerais radioativos usados na produção de energia nuclear.
O URÂNIO: hoje escasso, é encontrado em Minas Gerais (Quadrilátero Ferrífero e Poços de Caldas) e no Ceará. Recentemente, foi localizada no Pará uma grande reserva de urânio, na região da cidade de Santarém. Calcula-se que seja a maior do mundo
TÓRIO : (Importante combustível de reatores nucleares), também escasso, é encontrado principalmente no Espírito Santo e no Rio de Janeiro.

APÓS A LEITURA DO TEXTO E DAS INFORMAÇÕES DO VÍDEO RESOLVA OS QUESTIONAMENTOS :
1-O que representa para o Brasil o Grande Projeto Carajás? Quando foi criado?
2- Quais os principais destinos do minério de ferro extraído do Quadrilátero Central ? E quais as duas vias de escoamento?
3- Localize os estados e as principais jazidas minerais do Brasil:
4-Pela ordem de importância, coloque o nome dos principais minerais extraídos no território brasileiro?
5- Porque a construção da usina de Tucuruí, continua sendo alvo de críticas no Brasil?
6-- Qual é a situação real do Brasil em recursos minerais ?

7-Quais são os principais problemas enfrentados no Brasil em relação aos recursos minerais ?
8- Faça uma síntese do vídeo em relação :
a)Extração mineral e o meio ambiente.
b)Mercado ilegal dos diamantes.